sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Como é uma festa naturista?!

Hoje os encontros naturistas não são mais somente um bate papo entre amigos não, as festas estão cada vez melhores e maiores, algumas com música ao vivo, outras com competições de fantasias, outras com concurso gastronômico e por aí vai. Ao som de boa música, atrai cada vez mais novatos curiosos pra conhecer nosso estilo de vida, e após ir a primeira vez, se encantam com toda naturalidade familiar que o ambiente proporciona e por muitas vezes, se tornam adeptos, levando seus filhos e netos pra compartilhar dessa vivência.
Muitos perguntam como que funcionam as festas, se usam roupas, se dançam juntos, etc., e a resposta pra essas perguntas é sim. Como a maioria das festas são temáticas, alguns usam fantasias, outros somente maquiagens, mas no final, todos ficam nus rsrs..., em relação a dança, quem quer dançar junto dança, quem não quer, não dança, mas sempre com muito respeito. A diversão é garantida, no último Congrenat teve até bateria de escola de samba, onde passistas e bateristas não naturistas se misturaram com naturistas numa festa maravilhosa, sem olhares curiosos ou dizeres maldosos, creio que se tivessem convidado eles pra ficarem após a apresentação, com certeza ficariam rsrs...
Abaixo você poderá ver algumas de nossas festas.

              Bateria da escola de samba de Guarapari no Congrenat 2017

                Carnaval 2017 entre amigos.

              Arraiá do SPNat 2017.

"Vem pro nosso mundo você também."

3 comentários:

  1. Naturista é povo animado... feliz, eu diria!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom este esclarecimento, para os que acha que não pode existir alegria, festas, como ou sem roupa, sem que aja erotismo, ou algo que envolva pratica sexual. O que há, é uma linda e gratificante amizade, amor, e muito respeito um com o outro.

    ResponderExcluir
  3. vandalismo em praias naturista
    as pessoas que praticam vandalismos na praia de nudismo, fazem isso pelo mesmo motivo a qual os terreiros de macumba são atacados e destruídos, esses grupos buscam fazem uma limpeza étnica, como os macumbeiros são tratados como seres do demônio, as pessoas que destrói praias de nudismo só consegue enxergar a nudez de forma sexualizada e associada a sexo, na visão desse povo, em praias onde o pessoal anda nu rola muita promiscuidade sacanagem e muito desrespeito a família, achar que o que pensam é o correto querem obrigar na força ou goela abaixo que todos os naturistas abandone o naturismo a qualquer custo e transforme as praias em lugares de banhistas de trajes de banho, e que os pais ensine para os filhos que o nu é errado e pecaminoso, Nanda Sisa se tacaram fogo em uma barraca na praia de nudismo de Tambaba foi para intimidar a dona do estabelecimento a nunca mais ser uma naturista obrigar ela a desistir da filosofia de vida a qual ela escolher para si, alem de intimidar os naturistas da praia a nunca mais praticarem o naturismo, eles querem que o naturismo morra na praia que acabe, e que pessoas como a Nanda Sisa que promove o naturismo cale a boca, por isso os naturistas precisam repensar o naturismo, se vão aceitar a intimidação e a intolerância e o preconceito das pessoas, isso que aconteceu e um ato de intolerância de não aceitação do outro que é diferente, algum tempo pra cá emergiu a xenofobia que é ódio ao estrangeiro, lgbt fobia, racismo e esses grupo passaram a ter orgulho de algo que fei na humanidade.

    ResponderExcluir

Naturismo em Rio Grande do Norte.

Nasce mais um grupo naturista, NU-RN (Naturistas Unidos do Rio Grande do Norte), onde já estão pensando em criar a primeira praia naturista...